POLUIÇÃO SONORA: vizinho barulhento, saiba o que fazer

A Organização Mundial da Saúde (OMS) considera a poluição sonora como uma das formas mais graves de agressão ao ser humano e ao ambiente, estabelecendo como prejudicial à saúde a emissão de  ruídos a partir de 55 db (decibéis – unidade de medida do som) podendo causar diversos efeitos negativos, nocivos à saúde, que vão do estresse, insônia, gastrite e úlcera até a surdez em casos extremos.  Interessante notar que, a audição é o único sentido que não descansa.

O terreno baldio e o direito.

 

O terreno baldio é um problema enfrentado por todos os municípios do Brasil e quem mais sofre com isso é a vizinhança. Por todo Brasil encontramos situações em que esses terrenos são utilizados, de maneira ilícita, para depósito de lixo, consumo de drogas, práticas promíscuas. Ademais, o mato alto é ambiente propício à proliferação das mais variadas pragas, animais peçonhentos, insetos (inclusive a dengue) podendo causar sérios danos à saúde da comunidade local. Ou seja, é um problema de saúde pública.