03 PRINCIPAIS MOTIVOS PARA SOLICITAR A MATRÍCULA ATUALIZADA DO IMÓVEL e NÃO TE DEIXAR PERDER TEMPO COM NEGOCIAÇÕES!

Você está diante de uma negociação em que há um IMÓVEL, seja uma compra e venda, permuta, locação… Qual o documento mais importante para que seja realizada a primeira análise: MATRÍCULA. . Dependendo do que estiver constando na matrícula a negociação deverá tomar outros rumos ou mesmo ser cessada! . Separei 03 EXCELENTES motivos para…

QUANTO A RESPONSABILIDADE DO CORRETOR DE IMÓVEIS NOS ANÚNCIOS DE EMPREENDIMENTOS SEM INCORPORAÇÃO.

Conforme traz a legislação que regulamenta a profissão do Corretor de Imóveis, compete a este profissional “exercer a intermediação na compra, venda, permuta e locação de imóveis…”(Art. 3º – Lei 4.591 de 16 de dezembro de 1964). É evidente que para bom desenvolvimento do seu trabalho, será indispensável que se faça uma ampla divulgação dos imóveis que possui para serem negociados.

1° Congresso Nacional Online sobre Diversidade Sexual

​Pessoal! . Está chegando o 1° Congresso Nacional Online sobre Diversidade Sexual, com a reunião de inúmeros palestrantes nas áreas do Direito, Psicologia, História e Educação para debaterem assuntos atuais pertinentes às diversidades sexuais e de gênero. . O propósito do evento é ​a ​conscientiz​ação​ ​sobre a luta contra ​os preconceitos! Uma ​luta​ constante a favor dos direitos…

CAIU NA OAB: Administração do Tutor em relação aos Imóveis.

Tício é filho menor, com dez anos de idade, de Mévia e de Túlio. Em 2005, Mévia veio a falecer de problemas no parto do seu filho Nero, que sobreviveu, sem sequelas de saúde. No ano de 2007, Túlio é preso, pelo crime de tráfico de substâncias entorpecentes, sendo condenado a vinte e cinco anos de prisão. O Ministério Público iniciou o procedimento para determinar a perda do poder familiar do cônjuge sobrevivente que veio a ser acolhido pelo Juiz. Diante de tais fatos, houve a nomeação de tutor, no caso, Valeska, tia dos menores, pessoa sem filhos, que aquiesceu com o encargo. Os menores possuem bens, inclusive imóveis. A esse respeito, analise as afirmativas a seguir:

CAIU NA OAB: Usucapião por abandono de lar.

Em janeiro de 2010, Nádia, unida estavelmente com Rômulo, após dez anos de convivência e sem que houvesse entre eles contrato escrito que disciplinasse as relações entre companheiros, abandona definitivamente o lar. No dois anos seguintes, Rômulo, que não é proprietário de outro imóvel urbano ou rural, continuou, ininterruptamente, sem oposição de quem quer que fosse, na posse direta e exclusiva do imóvel urbano com 200 metros quadrados, cuja propriedade dividida com Nádia e que servia de moradia do casal. Em março de 2012, Rômulo – que nunca havia ajuizado ação de usucapião, de qualquer espécie, contra quem quer que fosse – ingressou com a ação de usucapião, pretendendo o reconhecimento judicial para adquirir integralmente o domínio do referido imóvel.

ATENÇÃO CORRETOR DE IMÓVEIS, o que você precisa saber sobre o Novo Código de Processo Civil?

Em 18 de março de 2016 entrou em vigor o Novo Código de Processo Civil e com ele diversas mudanças que afetam diretamente o mercado imobiliário brasileiro. . Dentre tantas alterações, percebo que a mais significativa para o mercado imobiliário foi referente à FRAUDE À EXECUÇÃO, que através de uma grande mudança de paradigma passa…