Inquilino e Imobiliária: Existe relação de consumo? Qual a consequência disso?

A relação de consumo, é caracterizada pelo vínculo entre consumidor e fornecedor de produtos ou serviços. Mas, você que aluga ou pretende alugar seu imóvel, consegue identificar qual tipo de relação existe entre cada parte? E sabe porque é importante compreender isso?

Sou fiador, vou perder meu imóvel? Novos entendimentos 2018.

O proprietário de uma sala comercial no centro da cidade procura seu advogado e comunica que há um possível inquilino para o imóvel, querendo saber do profissional qual garantia locatícia lhe traria mais chances de receber seu crédito em caso de descumprimento do contrato. O advogado, sem hesitar, responde: “fiança!”. Ao que o cliente indaga: “mas por que a fiança?”. E o diálogo prossegue: “porque na fiança é possível penhorar o imóvel do fiador, mesmo que seja bem de família, em caso de não pagamento. É a melhor garantia”. Será mesmo?

Locação por temporada, via aplicativos.

A economia de diversos setores em todo mundo vem, nos últimos anos, sofrendo grande impacto da tecnologia. As facilidades geradas ao usuário que por meio de plataformas digitais e aplicativos conseguem na velocidade de um click dispor, negociar, alugar e trocar praticamente qualquer coisa traz para o mercado uma nova tendência econômica chamada economia compartilhada que proporciona a pessoas comuns, como eu e você, a possiblidade de transformar um bem em negócio e ganhar dinheiro com isso.

Mariana Indica: Livros (Lei do Inquilinato)

Sempre me pedem muito indicações de bons livros para ajudar no dia a dia da advocacia imobiliária. Separei então alguns livros que indicarei aos poucos aqui no blog! Vale lembrar que diversos dos livros que mencionarei aqui não são exclusivamente para advogados, mas sim para qualquer profissional que atue no mercado imobiliário, como corretores de Imóveis, engenheiros, empresários…